Copy of Banner destaque - 1580x850.jpg
  • Indi Coltro

A casa e os jardins de Monet em Ginerny

Pegue o que você tem e embeleze. Não entendeu? Leia o post :)





Para quem ama decoração e as belezas da natureza, esse é um passeio imperdível.

Somente há uma hora de Paris, em uma cidadezinha igualmente encantadora, está a casa onde viveu Monet.


Com uma decoração nada convencional, que nos hipnotiza em cada ambiente que entramos e um jardim que parece uma pintura por si só!


A gente se sente grata por Monet ter existido e ter conseguido passar esse encanto todo TÃO bem em suas pinturas, porque todos merecer conhecer esse espetáculo da natureza.

O que pude ver na Casa e Jardim de Monet



1 - É tudo uma questão de iluminação.

Grande parte da paixão de Monet como pintor foi motivada pelo desejo de capturar luz! Ele pintava a mesma cena repetidamente em diferentes momentos do dia para capturar o jogo de sombras e as diferentes cores criadas. Aposto que se Monet estivesse aqui e você pedisse uma dica sobre iluminação ele diria: Ao escolher um lugar para morar, considere como a luz natural afetará seu espaço!



Mas se não tiver luz natural em sua casa, calma, você pode não ser capaz de controlar o sol, mas uma adorável invenção chamada eletricidade dá a você a habilidade de controlar a luz!

É incrível como uma simples lâmpada ou abajur pode transformar qualquer espaço. Acompanhando a decor de um apartamento que estava pintado mas ainda assim as paredes pareciam sujas, pois a cor amarelada e o cliente não queria gastar. Conseguimos um abajur com uma luz branca e brilhante. De repente, percebi que a cor não era tão ruim quanto parecia antes. Com apenas uma lâmpada, conseguimos o mesmo efeito que uma lata de tinta teria.

Embora a iluminação possa não ser a primeira coisa em que você pensa ao ouvir "design de interiores", deve ser quando a frase é seguida por "inspirado em Monet".



2 - A cor não é algo para se ter medo.

Enquanto estava no auge de sua fama, Monet começou a sofrer de cataratas graves que impediam seriamente sua capacidade de ver. Sua visão ficou turva e certos tons foram completamente perdidos para ele. Durante este período, conseguimos até notar uma diferença nas opções de cores de seus quadros e menos atenção aos detalhes - esses trabalhos eram muito maiores e abstratos.

Depois de muitos anos, ele fez uma cirurgia nos olhos e recuperou um pouco da visão!

Especulou-se então e ainda assim que, como resultado da cirurgia, ele tornou-se capaz de ver a luz ultravioleta. Você leu certo. Monet podia ver uma cor que você e eu não! Muitas das flores roxas pintadas durante este período eram na verdade brancas, mas os raios ultravioleta faziam com que parecessem ultravioleta para Monet!





Meu objetivo ao compartilhar tudo isso é que você não deve ter medo da cor, ou de usá-la de novas maneiras. Quer você ache que tem "olho" para cores ou não, não tenha medo de fazer escolhas ousadas!


Monet ficou parcialmente cego durante grande parte de sua carreira, e ele definitivamente fez escolhas de cores que parecem "estranhas", mas a variedade faz parte do que torna seu trabalho tão bonito! Não tenha medo!






3 - Se você não ama o que tem, mude.

A casa que Monet comprou em seus últimos anos, chamada Giverny, é famosa por seus amplos jardins e a passarela japonesa. Toda a propriedade é destaque nas peças mais famosas de Monet, porque sim, aqueles nenúfares cresciam em seu próprio quintal. A maioria das variedades de lírios que ele pintou não eram nativas da França e ele os mandou trazer de todo o mundo para serem plantados em seu jardim. Lá, ele cuidou delas e os catalogou em pinturas para o mundo admirar para sempre. É claro que tudo isso faz da casa de Monet um dos principais destinos para amantes de flores.





Isso ilustra outra coisa que amo em Monet - ele tornou sua vida linda. Ele não apenas tropeçou em algum lago aleatório e decidiu pintá-lo quatrocentas vezes. Havia certamente outras flores lindas ele poderia ter pintado, mas em vez disso, ele plantou essas flores! Ele cultivou aquelas árvores! Ele guiou as plantas pelas treliças com a composição da pintura em mente. Morando ou não em Giverny, você pode aprender com essa mentalidade: pegue o que você tem e embeleze. Tenha orgulho do que você tem, não importa o quão grande ou pequeno seja. Em seguida, enfatize as melhores partes do seu espaço e esteja disposto a cultivar seu próprio design de interiores inspirado em Monet.









1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo